sexo gratis sexo

InvestNE - "O seu portal de investimento e informações do nordeste".

Pesquisar

Pesquisar


Tamanho da Fonte

Sábado, 19 de abril de 2014

Hotnews

< Playback Play >

Setor de Serviços para Empresas bate recorde em fusões e aquisições no 1° semestre

Scritto da Redação
Lunedì 30 Luglio 2012 10:23
Stampa PDF E-mail
There are no translations available.

Total acumulado este ano ultrapassa o número de transações apurado ao longo de todo o ano de 2010

 


fusesAs 32 fusões e aquisições registradas no primeiro semestre de 2012 no setor de Serviços para Empresas, um avanço de mais de 50% em relação aos números de igual período no ano passado (quando foram realizadas 21 transações), representam um novo recorde para o segmento para essa mesma época, segundo indica a Pesquisa de Fusões e Aquisições, realizada pela KPMG desde 1994.

 

O total acumulado este ano ultrapassa, por exemplo, o número de transações apurado ao longo de todo o ano de 2010 (com 30 operações), terceiro melhor resultado nesse tipo de avaliação já registrado, atrás apenas de 2007 (35) e 2011 (41). O ranking feito pela KPMG inclui 43 segmentos de negócios, que juntos totalizaram 433 operações este ano, 54 a mais que o resultado de igual período em 2011.

 

Vale destacar a forte presença estrangeira nas operações, com 21 das 32 operações (quase dois terços do total) tendo sido do tipo CB1 (empresa de capital majoritário estrangeiro adquirindo, de brasileiros, capital de empresa estabelecida no Brasil). Apenas oito operações foram estritamente domésticas, envolvendo companhias brasileiras. Outros dois negócios foram do tipo CB2 (empresa de capital majoritário brasileiro adquirindo, de estrangeiros, capital de empresa estabelecida no exterior); e um CB4 (empresa de capital majoritário estrangeiro adquirindo, de estrangeiros, capital de empresa estabelecida no Brasil).

 

“No primeiro semestre do ano passado, a participação de empresas estrangeiras na ponta compradora de fusões e aquisições já era forte, com oito transações do total de 21. No entanto, os negócios de empresas brasileiras comprando eram majoritários, com 13 operações. Nestes seis primeiros meses de 2012, os estrangeiros ganharam força nesse tipo de negócio, com 22 transações, ante apenas 10 de brasileiros. Sem dúvidas, a movimentação no segmento foi relevante, refletindo o apetite mais pronunciado dos investidores estrangeiros”, explica Luis Motta, sócio-líder da área de Fusões e Aquisições da KPMG no Brasil e responsável pela pesquisa.

 

Na comparação trimestral, os meses de abril, maio e junho somados foram mais fortes do que os três primeiros meses deste ano, com 19 transações, contra 13. Já na comparação com o segundo trimestre de 2011, os números deram um salto de 138%, pois naquele período foram registradas apenas oito operações em Serviços para Empresas.

 

A atual edição da Pesquisa de Fusões e Aquisições da KPMG no Brasil considera as operações de fusões e aquisições anunciadas e concluídas entre 1° de janeiro e 30 de junho de 2012. O levantamento é realizado sistematicamente desde 1994.

Add your comment

Your name:
Your email:
Seu estado: Your website:
Titolo:
Comment:

Notícias em Destaque


Rua Dr. José Lourenço, 870 - Salas 505 a 508 - Edifício Consorte
Aldeota - Fortaleza/CE
CEP: 60.115-280
Fone ( 85) 3088.5504 / Fax ( 85) 3133.7751
comercial@investne.com.br
luizcarlos@investne.com.br

Fim da Página