sexo gratis sexo

InvestNE - "O seu portal de investimento e informações do nordeste".

Pesquisar

Pesquisar


Tamanho da Fonte

Sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Hotnews

< Playback Play >

Lacen da Paraíba realiza 4 mil testes do pezinho por mês

Scritto da Redação
Lunedì 06 Aprile 2009 13:17
Stampa PDF E-mail
There are no translations available.

Laboratório dispõe de equipamentos para a realização de exames que não são feitos em laboratórios particulares da Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco

Cerca de quatro mil exames do Teste do Pezinho são realizados mensalmente no Laboratório Central de Saúde Pública do Estado da Paraíba (Lacen), localizado na Avenida Cruz das Armas, em João Pessoa. O exame é feito desde 1997 e detecta precocemente doenças metabólicas, genéticas e infecciosas, que poderão causar alterações no desenvolvimento neuropsicomotor do bebê.

Para ampliar ainda mais o diagnóstico, até o próximo mês terá início a segunda fase desse exame com o diagnóstico de hemoglobinopatias e doença falciforme, sendo essa última uma espécie de anemia que atinge principalmente a raça negra que geneticamente é mais propensa para o aparecimento desta patologia.

Em todo o Estado funcionam 163 postos de coleta para a realização do exame. O hospital de referência para o tratamento das doenças diagnosticadas no Teste do Pezinho é o Arlinda Marques, também em João Pessoa. A realização dos exames para o diagnóstico de hemoglobinopatias e doença falciforme é uma reivindicação antiga da Associação Paraibana dos Portadores de Doença Falciforme e da Associação das Mulheres Negras da Paraíba. O diretor administrativo do Lacen, Francimar Veloso, explicou que 1 em cada 1,5 mil paraibanos deve ter doença falciforme.

O diretor geral do Lacen, Francisco Wellington Gonçalves Bezerra, explicou que para a implantação desta segunda fase do teste do pezinho, nos dias 17 e 18 deste mês foi realizado em João Pessoa o II Seminário de Avaliação em Triagem Neonatal com a presença de técnicos de 157 municípios paraibanos e representantes do Ministério da Saúde. O evento serviu para fazer um balanço sobre a primeira fase do exame e a discussão em torno da segunda fase.

Modernizar o diagnóstico do teste

Ele explicou que a Secretaria de Saúde do Estado, por meio da Gerência Executiva de Ações Programáticas, Hemocentro e a Gerência de Tecnologia da Informática, em parceria com o Hospital Universitário Lauro Wanderlei e Arlinda Marques, está elaborando um programa  de gerenciamento de amostras e laudos, que vai ser padrão em todo o Estado e visa melhorar e modernizar ainda mais a realização e diagnóstico do teste do pezinho.

Segundo Francimar Veloso, a Secretaria já adquiriu os servidores e equipamentos onde os dados passarão a ser armazenados. Depois de implantado, o sistema estará disponível também através da internet para usuários credenciados. “O Lacen dispõe hoje de sete bioquímicos responsáveis pelos laudos dos exames. Numa etapa posterior a Secretaria irá capacitar os enfermeiros e outros profissionais que atuam diretamente nos postos de coleta”  disse o diretor administrativo do Lacen.

Laboratório atende aos 223 municípios da Paraíba

De acordo com o diretor do Lacen, o laboratório atende a cerca de 150 pessoas por dia e realiza vários  exames dos mais simples a exemplo sumário de urina, parasitológico de fezes e outros feitos  a partir do sangue, aos mais complexos como os relacionados ao diagnóstico da AIDS e outras patologias. “Nós também atendemos aos 223 municípios da Paraíba em ações de saúde pública”, assegurou Francisco Wellington.

Ele afirmou que exames que antes demoram até um mês para serem entregues agora ficam prontos em cinco dias. Além dos exames laboratoriais de praxe, o Lacen também realiza exames referentes a saúde do trabalhador e faz análise da água e alimentos.

Todos os meses técnicos e outros profissionais do Lacen são treinados e capacitados nos melhores centros de pesquisas do Brasil com o objetivo de oferecer um serviço da melhor qualidade ao povo paraibano.

Francisco Wellington explica que é o Lacen que coordena, supervisiona e capacita toda a rede pública de laboratório do Estado da Paraíba. E também coordena e atende as demandas das Vigilâncias Epidemiológicas, Ambulatorial e Sanitária.
Somente o laboratório  possui equipamentos  onde  são feito os exames de CD4  e CD8,  Carga Viral e Genitopagem, todos para o diagnóstico da AIDS.  De acordo com o diretor esses exames não são feitos em nenhum laboratório particular da Paraíba como também de Pernambuco e Rio Grande do Norte.   “A intenção da nova administração do Lacen é mostrar para a população a grande importância que o laboratório representa para todos os paraibanos uma vez que ele referência em todo o Estado em ações de saúde pública”,  disse o diretor geral.

Para mostrar essa importância ao povo Francisco Wellington adiantou que a nova administração está pleiteando junto ao Governo do Estado a construção de um novo prédio.  A área destina a obra é de cinco mil metros quadrados e está localizado em Mangabeira nas proximidades da Academia de Polícia Civil, Acadepol.

O diretor do Lacen disse que a intenção do Ministério da Saúde é transformar o  Lacen  em um laboratório “ Piloto” e de referência para todo o país e para que isso aconteça o  Governo do Estado em parceria com o Governo do Estado vai construir a obra como também equipar, capacitar  os profissionais e  cuidar de toda a parte logística.

Add your comment

Your name:
Your email:
Seu estado: Your website:
Titolo:
Comment:

Notícias em Destaque


Rua Dr. José Lourenço, 870 - Salas 505 a 508 - Edifício Consorte
Aldeota - Fortaleza/CE
CEP: 60.115-280
Fone ( 85) 3088.5504 / Fax ( 85) 3133.7751
comercial@investne.com.br
luizcarlos@investne.com.br

Fim da Página