sexo gratis sexo

InvestNE - "O seu portal de investimento e informações do nordeste".

Pesquisar

Pesquisar


Tamanho da Fonte

Quarta-feira, 09 de julho de 2014

Hotnews

< Playback Play >

Juliana Cunha: O Nordeste como foco de investimentos da Rio Bravo

Lundi, 08 Février 2010 11:53
There are no translations available.

A gestora de fundos de Private Equity da Rio Bravo fala ao Invest Nordeste sobre o Fundo Rio Bravo Nordeste II

 

 

julianacunha_materiaO Fundo Rio Bravo Nordeste II é gerido por Juliana Cunha e Luiz Medeiros. Com o sucesso do Fundo Nordeste I, a Rio Bravo criou a versão Nordeste II que tem como foco empresas em uma fase mais avançada de desenvolvimento e que necessitam de recursos para expandir as atividades. Segundo Juliana Cunha, o trabalho consiste em entender setores econômicos e mapear empresas que possuem características aderentes aos anseios da companhia. De acordo com ela, todos os estados do Nordeste têm a mesma importância para o fundo e disponibilizarão das mesmas oportunidades.


Invest Nordeste - O que é a Rio Bravo? Que tipo de atividade econômica vocês exercem?
Juliana Cunha
- A Rio Bravo Investimentos é uma gestora de recursos focada em investimentos fundamentalistas de longo prazo. Fundada em 2000, a Rio Bravo é uma sociedade privada com cerca de 80 profissionais e escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro e Recife.


Assessoramos investidores institucionais e pessoas físicas em suas alocações de capital, com estratégias em renda variável, renda fixa e multimercados, investimentos imobiliários, private equity e multigestores (fundos de fundos). Nossa base de clientes institucionais inclui os maiores fundos de pensão e instituições financeiras do País. Atendemos também famílias e investidores individuais através da Rio Bravo Private Banking, nossa área de alocação de capital para pessoas físicas.


A Rio Bravo tem R$ 140 milhões para investir no Nordeste. Por que investir na região?
Até 2002, os fundos de Private Equity / Venture Capital da Rio Bravo eram destinados a investimentos em empresas brasileiras de base tecnológica. Nesta época, o crescimento econômico do Nordeste começava a despontar de forma mais pujante levando a Rio Bravo a criar o seu primeiro fundo regional, o Rio Bravo Nordeste I. Fundo este destinado a investir em empresas nordestinas de qualquer setor, mas em fase inicial de desenvolvimento. Com o sucesso desta iniciativa, e com o Nordeste apresentando um crescimento consistentemente superior à média nacional, decidimos lançar um segundo fundo, o Rio Bravo Nordeste II. Desta vez, um fundo bem maior, com foco em empresas em uma fase mais avançada de desenvolvimento e que necessitam de recursos para expandir suas atividades.


Como será investido este dinheiro? Há um ramo específico para o investimento?
Não existe nenhuma restrição de setor. As empresas devem ser sediadas no Nordeste, possuírem faturamento anual máximo de R$ 150 milhões, e terem interesse por um crescimento acelerado com todo o suporte de gestão e governança que um fundo de Private Equity é capaz de trazer.


Os setores prioritários para o fundo, que foram definidos em função do seu crescimento e expressão na economia local, são: Alimentos e Bebidas, Educação e Saúde e Serviços de Apoio à Indústria. No entanto, não existe qualquer restrição quanto a investimentos em outros setores, ou seja, estamos sempre abertos para analisar boas oportunidades, independente do setor.


Desses R$ 140 milhões, R$ 20 milhões serão destinados para a compra de uma empresa da área de frutas. O que está sendo feito com relação a esta aquisição?
Investir em uma empresa no setor de frutas é um desejo nosso, em função do que já vimos e estudamos nesta área. Existem imensas oportunidades na fruticultura nordestina, assim como grandes necessidades de recursos e gestão. Ainda não avançamos em particular com nenhuma empresa.


O nosso trabalho até agora consistiu em entender o setor e mapear empresas que possuem características aderentes aos nossos anseios, em 2010 vamos intensificar a abordagem às mesmas. Oportunidades também podem ser encaminhadas até nós através do nosso site (www.riobravo.com.br).


portodopecem1O Porto do Pecém (CE) tem consolidado a exportação de frutas no País. Existe relação do interesse de vocês e o porto cearense no que condiz às condições de logística e facilidade de exportação?
O Porto do Pecém alcançou uma importância fundamental na fruticultura nacional sendo, atualmente, o maior porto exportador de frutas do Brasil. A localização física do mesmo permite acesso mais rápido aos mercados externos, fator de suma importância no transporte deste tipo de alimento. Além disso, propiciou aos produtores nordestinos acesso ao concorrido mercado internacional de frutas tropicais. De fato, podemos dizer que a existência do Porto de Pecém potencializou esta indústria em particular.


Em que estados do Nordeste a Rio Bravo pretende investir mais?
Todos os estados nordestinos são de igual relevância para nós. A equipe dedicada ao Fundo Rio Bravo Nordeste II tem visitado todos os estados, e o fator determinante acaba sendo a velocidade com que conseguimos evoluir com uma determinada empresa.


Qual o foco de vocês com relação ao mercado consumidor?
Buscamos empresas que se beneficiem do crescimento do poder aquisitivo das classes C e D, pois este perfil de mercado se concentra um grande contingente de pessoas ávidas por produtos e serviços que anteriormente estavam restritos apenas as classes A e B.


A Rio Bravo também adquiriu participação acionária na Multdia, uma empresa do ramo de alimentos com sede em Natal (RN). Quais os fatores que levaram o fundo a investir nesta empresa?
O investimento na Multdia se deve ao fato de a empresa atuar em um setor que está em pleno crescimento na região e possuir uma rede de distribuição própria que garante capilaridade em todo o Nordeste. Adicionalmente, o alinhamento entre as estratégias do fundo e os sócios originais da empresa foi um fator preponderante na nossa decisão.


Quais os planos de investimento da empresa no Nordeste ainda este ano?
O nosso objetivo é finalizar a fase de investimento do fundo até o final deste ano, o que na prática significa investir em aproximadamente algo entre quatro e seis empresas neste período.


Já houve consolidação desses investimentos? Onde foram especificamente aplicados?
Hoje possuímos duas empresas investidas através deste fundo, a primeira foi a Perenne, localizada na Bahia, e, recentemente, a Multdia, localizada no Rio Grande do Norte.


Veja também
Rio Bravo compra participação na Multdia

Add your comment

Your name:
Your email:
Seu estado: Your website:
Titre:
Comment:

Notícias em Destaque


Rua Dr. José Lourenço, 870 - Salas 505 a 508 - Edifício Consorte
Aldeota - Fortaleza/CE
CEP: 60.115-280
Fone ( 85) 3088.5504 / Fax ( 85) 3133.7751
comercial@investne.com.br
luizcarlos@investne.com.br

Fim da Página