sexo gratis sexo

InvestNE - "O seu portal de investimento e informações do nordeste".

Pesquisar

Pesquisar


Tamanho da Fonte

Segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Hotnews

< Playback Play >

A hora e a vez da governança corportativa

Terça, 03 de Março de 2009 21:00

Ao contrário do que alguns “especialistas” chegaram a pensar, principalmente na sua fase de efervescência, a crise econômico-financeira que assusta o mundo não enfraqueceu e nem tornou “démodé” os conceitos de Governança Corporativa. “Ao contrário!” afirma Edgar Efeiche, diretor da Consultoria Diagono. Para ele, a crise evidenciou a necessidade da aplicação destes conceitos por todas as empresas, independentemente do seu porte ou setor de atuação, inclusive familiares. “A governança corporativa torna os processos de gestão mais transparentes, o que permite tomada de decisões com mais segurança”, explica Efeiche, executivo oriundo do setor financeiro e que há anos atua na aplicação dos conceitos de gestão e governança corporativa em empresas de pequeno e médio porte. Nesta entrevista, Efeiche revela os benefícios e “segredos” desta importante ferramenta de gestão.


O que é Governança Corporativa?

São princípios que regulam a forma com que o empresário / acionista se relaciona com seu negócio e em segunda instância, com seus agentes externos - clientes, fornecedores, demais acionistas / cotistas e mercado financeiro.

O que determina a implantação de práticas de Governança Corporativa numa empresa?

A determinação vem da necessidade de estabelecer critérios claros de gestão e atribuições com transparência, dentro de uma sociedade, aos agentes internos e externos com quem a empresa se relaciona.

O Sistema de Governança Corporativa é exclusivo ou mais indicado para algum setor específico?
Até pouco tempo atrás, havia a percepção de que práticas de GC se aplicavam exclusivamente a grandes corporações ou sociedades de capital aberto. Hoje, este conceito se expandiu para os demais níveis de empresas, independente de seu segmento de atuação ou tamanho.


É verdade que Governança Corporativa somente faz sentido para empresas listadas em Bolsa?

É condicionante para as empresas listadas em bolsa, mas será cada vez mais relevante para as demais empresas de capital fechado, sejam elas de grande, médio ou pequeno porte.

Quais são os benefícios das empresas que decidem implementar o sistema de Governança Corporativa?

Acuracidade na análise de informações e de resultados para tomada de decisões, transparência no relacionamento com seus agentes internos e externos quanto a condução dos negócios e qualificação para estar mais próximo de linhas de financiamento mais atrativas e /ou proveniente de investidores profissionais.

Para alguns especialistas, Governança Corporativa e transparência são quase “sinônimos”. No entanto, o que se viu depois da eclosão desta crise, é que muitos acionistas não tinham a menor idéia do que se passava nas empresas e foram surpreendidos por elevados prejuízos. O sistema de Governança Corporativa falhou?

O sistema é composto de princípios que precisam ser recorrentemente bem aplicados e monitorados. Portanto, não creio que o sistema falhou, mas a aplicação efetiva sim.


O senhor diz que Governança Corporativa cai bem para empresas de pequeno e médio porte. Que benefício este sistema pode trazer a estas empresas se é sabido que elas só “crescem sob os olhos do dono?”
Profissionalização em suas práticas de gestão. A intuição e acompanhamento do empresário jamais deixarão de ser relevantes, no entanto, poderá ser muito mais eficiente se acompanhada de metodologia na análise de desempenho e controle de informações em um ambiente profissionalizado.

É possível implantar o sistema de Governança Corporativa em empresas “familiares” e com inúmeros herdeiros?
Sim, é possível. Inclusive, estas costumam ser as principais candidatas a inclusão de práticas de governança na medida em que o negócio cresce e ocorre a necessidade de estabelecer funções, atribuições e participação nos resultados.


Existe algum tipo ideal de empresas para se implantar o sistema de Governança corporativa?

 

Na prática, toda e qualquer empresa que esteja voltada a planos de crescimento e sustentação de seus negócios. Governança, mais do que ter similaridade com transparência, tem a ver com perenidade.

Edgar Efeiche é sócio da Diagono Gestão & Governança

Adicionar comentário

Seu apelido/nome:
seu email:
Seu estado: Seu website:
Assunto:
Comentário:

Notícias em Destaque


Rua Dr. José Lourenço, 870 - Salas 505 a 508 - Edifício Consorte
Aldeota - Fortaleza/CE
CEP: 60.115-280
Fone ( 85) 3088.5504 / Fax ( 85) 3133.7751
comercial@investne.com.br
luizcarlos@investne.com.br

Fim da Página